Trabalhos de Estudantes  

Trabalhos de Biologia - 10º Ano

 

Ficha do trabalho:

Estrutura de Folhas Caules e Raízes

Autores: Gustavo Torres da Silva

Escola: [Escola não identificada]

Data de Publicação: 20/04/2008

Resumo do Trabalho: Trabalho sobre a Estrutura de Folhas, Caules e Raízes, realizado no âmbito da disciplina de Biologia (10º ano). Ver Trab. Completo

Classifique este trabalho:

0 visualizações

Se tens trabalhos com boas classificações, envia-nos pois só assim
o nosso site poderá crescer.

 

Estrutura de Folhas Caules e Raízes

Introdução

. Objectivos

No âmbito da disciplina de Biologia, foi-nos proposto a realização de uma actividade experimental sobre as várias estruturas da folha e caule e raiz.

Nesta actividade pretendemos observar ao microscópio óptico, cortes transversais de folhas monocotiledóneas, de raízes dicotiledóneas e de caules monocotiledóneas em preparações definitivas, identificando as diferentes estruturas de cada uma delas.

Espero que esta actividade esteja suficientemente clara para que assim alcance os objectivos desejados.

. Introdução teórica

As plantas dividem-se em dois grandes grupos, dependendo do tipo de semente que produzem, podendo ser Gimnospérmicas, caso as suas sementes não estejam encerradas em frutos; e Angiospérmicas, para o caso das suas sementes se encontrarem envolvidas por um fruto. Na classe das Angiospérmicas distinguem-se as subclasses monocotiledóneas e dicotiledóneas.

Estruturalmente, o Xilema é complexo por constituir-se de diferentes tipos de células vivas e mortas. Os componentes mais característicos são os elementos traqueais, que conduzem água e solventes orgânicos e inorgânicos. Alguns dos elementos traqueais combinam as funções de condução com a de sustentação. O Xilema também possui elementos de sustentação (as fibras) e células parenquimáticas vivas, relacionadas com actividades vitais variadas. As fibras também podem reter seus protoplastos no Xilema funcional e então, combinar a função vital de acúmulo de amido com a função mecânica de sustentação.

Material

. Microscópio óptico

. Preparações definitivas de raízes, caules e folhas de monocotiledóneas e dicotiledóneas

. Folha de apontamentos e um lápis

Procedimento

1-Colocamos o microscópio óptico em cima da mesa pronto a ser utilizado.

2-Observamos ao microscópio óptico as preparações definitivas de cortes transversais de folhas monocotiledónea, caules de monocotiledónea e raízes dicotiledónea.

3-Esquematizamos e identificamos todas as estrutura visíveis

4-Desenhamos para a folha de apontamentos as preparações observadas no microscópio

Resultados

1-Esquema representativo do corte transversal de um caule de monocotiledónea, observadas ao microscópio óptico.

 

2-Esquema representativo do corte transversal de uma raiz dicotiledónea, observadas ao microscópio óptico.

 

3-Esquema representativo do corte transversal de uma folha monocotiledónea, observadas ao microscópio óptico.

 

Conclusão

Com a observação de preparações definitivas de cortes transversais de uma folha de monocotiledónea, de uma raiz dicotiledónea e de um caule monocotiledónea ao microscópio óptico, podemos confirmar a existência de muitas semelhanças, mas também muitas diferenças que nos permitiram a sua identificação e reconhecimento das mesmas.

Concluímos que no esquema 2 visualizamos feixes vasculares simples e alternos, epiderme com pelos radiculares, o cilindro central é pequeno e córtex muito grande, endoderme bem visível, estereoma central e protoxilema exarco.

No esquema 1 visualizamos feixes vasculares duplos, colaterais, bicolaterais e concêntricos, Epiderme com estromas, um cilindro central grande e córtex muito pequeno e protoxilema endarco.

No esquema 3 visualizamos estomas localizados em ambas as paginas  da folha, mesofilo simétrico(folhas isolaterais), feixes vasculares colaterais fechados e nervura paralelinérvia

 Com esta actividade experimental, conseguimos alcançar os objectivos pretendidos, ou seja observar as estruturas da folha, caule e raiz identificando-as como tal, pelas diferentes que apresentavam.

Bibliografia

Internet:

Ø   www.herbario.com.br/cie/universi/anatcl.htm

Ø   www.herbario.com.br/cie/universi/anarz.htm

Ø   Http://www.ff.ul.pt/paginas/gteixeira/Botanica/anatomia_vegetal.pdf

Ø   Http://www.ff.ul.pt/paginas/gteixeira/Botanica/anatomia_vegetal.pdf

Ø   bp1.blogger.com/.../s320/microscopio.jpg

Livros:

Ø   SOARES Rosa, ALMEIDA Carla, SERRA Lídia (2000),Técnicas Laboratoriais de Biologia, Bloco II, Portugal, Porto Editores

__________________________________

Outros Trabalhos Relacionados

Ainda não existem outros trabalhos relacionados