Trabalhos de Estudantes  

Trabalhos de Português - 10º Ano

 

Ficha do trabalho:

Evolução da Língua Portuguesa

Autores: Pappy, Rosa da Silva

Escola: Escola Puniv de Cazenga - Angola

Data de Publicação: 20/03/2011

Resumo do Trabalho: Trabalho sobre a Evolução da Língua Portuguesa, realizado no âmbito da disciplina de Português (10º ano). Ver Trab. Completo

Classifique este trabalho:

0 visualizações

Se tens trabalhos com boas classificações, envia-nos pois só assim
o nosso site poderá crescer.

 

Evolução da Língua Portuguesa

Introdução

O presente trabalho insere-se no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa, a temática escolhida é a Evolução da Língua Portuguesa, um tema interessante e muito importante para a cultura geral, neste trabalho pretendemos divulgar um pouco mais sobre o contexto biológico da Língua Portuguesa. Este texto procura inicialmente apresentar um pouco da história desta língua, partindo das raízes latinas na Europa até o português moderno. Em seguida, apresentar a situação actual do português nos diversos países e regiões do mundo onde ele é falado.

Este texto não é escrito para especialistas em línguas. Destina-se às pessoas em geral que desejam conhecer um pouco mais sobre a língua portuguesa. Trata-se de um trabalho formado a partir de contribuições recolhidas de diversas fontes e por várias pessoas. Por estas razões, pedimos antecipadamente desculpas por eventuais erros e omissões e convidamos todos a acrescentarem seus comentários e sugestões.

Desenvolvimento

O surgimento da Língua Portuguesa está profunda e inseparavelmente ligado ao processo de constituição da Nação Portuguesa. Na região central da actual Itália, o Lácio, vivia um povo que falava latim. Nessa região, foi posteriormente fundada a cidade de Roma, esse povo foi crescendo e anexando novas terras ao seu domínio. Os romanos chegaram a possuir um grande império e, a cada conquista, impunham aos vencidos os seus hábitos, as suas instituições, os seus padrões de vida e a sua língua.

Existiam duas formas de expressar o latim:

1° - O latim vulgar

2° - O latim clássico

O latim vulgar era somente falado. Era a língua do quotidiano, usada pelo povo analfabeto da região central da actual Itália e das províncias: soldados, marinheiros, artífices, agricultores, barbeiros, escravos, etc. Era a língua viva, sujeita a alterações frequentes e por isso apresentava diversas variações.

O latim clássico era a língua falada e escrita, apurada, artificial, rígida, era o instrumento literário usado pelos grandes poetas, prosadores, filósofos, retóricos. A expressão do latim que os romanos acabavam por impor aos povos vencidos era a vulgar; estes povos eram muito diversificados e falavam línguas muito diferentes, por isso em cada região o latim vulgar sofreu alterações distintas, o que resultou no surgimento dos diferentes romanços (do latim romanice, que significa "falar à maneira dos romanos"), que deram posteriormente origem às diferentes línguas neolatinas ou românicas.

Contexto biológico

O Português vem do Latim vulgar, sabe-se que o latim era uma língua corrente de Roma. Roma, destinada pela sorte e valor de suas bases, conquista, através de seus soldados, regiões imensas. Com as conquistas vai o latim sendo levado a todos os rincões pelos soldados romanos, pelos colonos, pelos homens de negócios. As viagens favoreciam a difusão do latim.

Primeiramente o latim se expande por toda a Itália, depois pela Córsega e Sardenha, plenas províncias do oeste do domínio colonial, pela Gália, pela Espanha, pelo norte e nordeste da Récia, pelo leste da Dácia, surgindo daí as línguas românicas ou novilatinas.

São línguas românicas porque tiveram a mesma origem: ao latim vulgar. Essas línguas são, na verdade, continuação do latim vulgar. Essas línguas românicas são: português, espanhol, catalão, provençal francês, italiano, rético, sardo e romeno.

Evolução da Língua Portuguesa

A formação e a própria evolução da língua portuguesa contam com um elemento decisivo: o domínio romano, sem desprezar por completo a influência das diversas línguas faladas na região antes do domínio romano sobre o latim vulgar, o latim passou por diversificações, dando origem a dialectos que se denominava romanço

Com várias invasões barbaras no século V, e a queda do Império Romano no Ocidente, surgiram vários destes dialectos, e numa evolução constituíram-se as línguas modernas conhecidas como: neolatinas. Na Península Ibérica, várias línguas se formaram, entre elas o catalão, o castelhano, o galego-português, deste último resultou a língua portuguesa.

Fase do português moderno

A língua portuguesa uniformizou-se a partir do século XVI e adquiriu as características do português actual. A rica literatura renascentista portuguesa, nomeadamente a produzida por Camões, desempenhou papel fundamental nesse processo de uniformização. As primeiras gramáticas e os primeiros dicionários da língua portuguesa também datam do século XVI. Existe um período na evolução da língua portuguesa a que também se denomina PERÍODO PSEUDO-ETIMOLÓGICO e que se inicia no século XVI e se prolonga até 1911, ano em que é decretada a reforma ortográfica, fundada nos preceitos da gramática de Gonçalves Viana, publicada em 1904.

A grande reforma seguinte, em 1945, resultante de um acordo ortográfico entre Portugal-Brasil, sofrendo algumas alterações em 1971, continua a ser norma oficial da ortografia por que nos regemos ainda hoje. Hoje o português é conhecido como "A língua de Camões" (em homenagem a Luís Vaz de Camões, escritor português, autor de Os Lusíadas) e "A última flor do Lácio" (expressão usada no soneto Língua Portuguesa, do escritor brasileiro Olavo Bilac. Miguel de Cervantes, o célebre autor espanhol, considerava o idioma "doce e agradável".

O português no Mundo

A língua portuguesa tem uma das histórias mais fascinantes entre as línguas de origem europeia. Em razão das navegações portuguesas nos séculos XV e XVI, tornou-se um dos poucos idiomas presentes na África, América, Ásia e Europa, sendo falado por mais de 200 milhões de pessoas.

Nos demais países africanos de língua oficial portuguesa, o português é utilizado na administração, no ensino, na imprensa e nas relações internacionais e nas situações da vida quotidiana.

Conclusão

Conclui-se que, a língua Portuguesa vem do Latim vulgar, e uniformizou-se a partir do século XVI e adquiriu as características do português actual. Em razão das navegações portuguesas nos séculos XV e XVI, tornou-se um dos poucos idiomas presentes na África, América, Ásia e Europa, sendo falado por mais de 200 milhões de pessoas.

Bibliografia

Fontes de matérias/ jornais e livros de Língua Portuguesa

Via Internet

www.google.pt

Portal da Biblioteca virtual

Digitado e Concluído no ECET

Espaço Comercial e Telecomunicações

__________________________________

Outros Trabalhos Relacionados

Ainda não existem outros trabalhos relacionados