Home

Explicações

Trab. Estudantes

Textos de Apoio

Resumos & Sebentas

Trabalhos da Net

Os nossos amigos

Contactos

 TRABALHOS DE ESTUDANTES

Início » Trabalhos de Estudantes » Físico-Química » 10º ano

Físico-Química - 10º ano

Energia Nuclear

Autor: Sofia Rodrigues

Escola Europeia de Ensino Profissional - Manuel Rodriguez Suarez

Data de Publicação: 28/01/2007

Ver posição deste trabalho no ranking

N.º de páginas visitadas neste site (desde 15/10/2006):  

SE TENS TRABALHOS COM BOAS CLASSIFICAÇÕES ENVIA-NOS (DE PREFERÊNCIA EM WORD) PARA notapositiva@sapo.pt POIS SÓ ASSIM O NOSSO SITE PODERÁ CRESCER.

 

Força Nuclear

 

Energia Nuclear (Definição)

 

A energia nuclear está no núcleo dos átomos, nas forças que mantém unidos os seus componentes – as partículas subatómicas. É libertada sob a forma de calor e energia electromagnética pelas reacções nucleares, como as que ocorrem no sol, e nas reacções e explosões nucleares.

Estas reacções traduzem-se na aniquilação de massa e sua convicção em energia.

 


Central Nuclear

 

 

Força Nuclear

 

Força nuclear é a força que ocorre entre os protões e os neutrões do núcleo atómico. Esta interacção é responsável pela coesão entre as diferentes partículas que os compõem. Os neutrões não possuem carga eléctrica, enquanto os protões possuem carga positiva. A interacção nuclear forte supera a repulsão mútua entre protões, carregados positivamente, evitando sua dispersão.

 

 

Função da Energia Nuclear

 

Um átomo é formado por um núcleo e por uma nuvem electrónica ocupada por minúsculos electrões, que permanecem em prováveis regiões nas proximidades do núcleo – um pequeno e massivo conjunto de protões e neutrões, mais de 100.000 vezes menor do que o átomo ao qual pertence. Tanto os protões como os neutrões, por sua vez, são formados por outras subpartículas: os quarks – cada protão ou neutrão é formado por 3 quarks. A energia que mantém todas estas partículas e subpartículas unidas é a energia nuclear, e pode ser aproveitada, em centrai nucleares para outros fins.

 

 

Organização do Átomo

 

 

 

 

Central Nuclear

 

Uma Central Nuclear ou Usina Nuclear é uma instalação industrial empregada para produzir electricidade a partir de energia nuclear, que se caracteriza pelo uso de materiais radioactivos que através de uma reacção nuclear produzem calor. Este calor é empregado por um ciclo termodinâmico convencional para mover um alternador e produzir energia eléctrica.

 

 

Bomba Atómica

 

A nuvem em forma de cogumelo deixada pela bomba atómica que explodiu em Hiroshima, Japão, a 6 de Agosto de 1945, atingiu 18 km de altura.

Uma bomba atómica (bomba nuclear) é uma arma explosiva cuja energia deriva de uma reacção nuclear e tem um poder destrutivo imenso – uma única bomba é capaz de destruir uma cidade inteira.

 

 

A imagem mostra a cidade de Hiroshima (Japão) após a explosão da primeira bomba atómica em finais da segunda guerra mundial.

 

 

Propriedades da força nuclear

 

Intensidade

 

Todos os núcleos, excepto aqueles dos isótopos do hidrogénio, têm mais de um protão. Então, deve existir, entre os nucleões, uma interacção atractiva mais intensa do que a interacção coulombiana repulsiva entre os protões, para a mesma separação. Na verdade, as forças nucleares são cerca de 100 vezes mais intensas do que as forças eléctricas.

 

 

A descoberta

 

O fenómeno da radioactividade foi descoberto pelo físico francês Henri Becquerel em 1896, quando verificou que sais de urânio emitiam radiação semelhante à dos raios-X, impressionando chapas fotográficas e concluiu que, se um átomo tiver seu núcleo muito energético, ele tenderá a estabilizar-se, emitindo o excesso de energia na forma de partículas e ondas.

 

 

Urânio

 

O urânio é um elemento químico de símbolo U e de massa atómica igual a 238 (92 protões e 146 neutrões). À temperatura ambiente, o urânio encontra-se no estado sólido. Foi o primeiro elemento onde se descobriu a propriedade de radioactividade. Foi descoberto em 1789. O Urânio é utilizado em indústria bélica (para bombas atómicas e para bombas de hidrogénio) e na construção de usinas nucleares com o objectivo de geração de energia eléctrica.

 

Minério de urânio

 

 

Usos da Radiação

 

à CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS;

    à COLORAÇÃO DE CRISTAIS;

     à DATAÇÂO;

      à DETECÇÃO DE VAZAMENTOS;    

       à ESTERILIZAÇÃO DE MATERIAIS CIRÚRGICOS;

      à ESTUDOS SOBRE POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA;

       à APLICAÇÕES NA AGRICULTURA;

        à MEDIÇÃO DE: ESPESSURA, DENSIDADE E/OU NÍVEL DE MATERIAIS;

            (Entre muitas outras utilidades)

 

 

Conclusão

 

Como pôde ser observado ao longo desta apresentação, a energia nuclear veio facilitar o avanço da vida moderna. A radioactividade do urânio foi descoberta em 1896, desde então esta tem cada vez mais utilidades no nosso planeta. 

 

Sofia Rodrigues

Para encontrar trabalhos na net ou no nosso site:

 
Web www.notapositiva.com
Início » Trabalhos de Estudantes » Físico-Química » 10º ano
 

© 2006 - NotaPositiva | Todos os direitos reservados