Início > Trabalhos de Estudantes > História > 9º Ano

Trabalhos de Estudantes

Trabalhos de História - 9º Ano

A Primeira Guerra Mundial

Autores: Maria Teixeira

Escola: [Escola não identificada]

Data de Publicação: 10/12/2008

Resumo do Trabalho: Trabalho de pesquisa sobre A Primeira Guerra Mundial, realizado no âmbito da disciplina de história. Ver o Trabalho Completo

Comentar este trabalho / Ler outros comentários

Se tens trabalhos com boas classificações, envia-nos, de preferência em word para notapositiva@sapo.pt pois só assim o nosso site poderá crescer.

 

 

A Primeira Guerra Mundial

A primeira Guerra Mundial

Principais causas (motivos) que provocaram a Primeira Guerra Mundial:

- A partilha das terras da África e Ásia, na segunda metade do século XIX, gerou muitos desentendimentos entre as nações europeias. Enquanto Inglaterra e França ficaram com grandes territórios com muitos recursos para explorar, Alemanha e Itália tiveram que se contentar com poucos territórios de baixo valor. Este descontentamento ítalo-germânico permaneceu até o começo do século XX e foi um dos motivos da guerra, pois estas duas nações queriam mais territórios para explorar e aumentar seus recursos.

- No final do século do século XIX e começo do XX, as nações europeias passaram a investir fortemente na fabricação de armamentos. O aumento das tensões gerava insegurança, fazendo assim que os investimentos militares aumentassem diante de uma possibilidade de conflito armado na região;

- A concorrência económica entre os países europeus acirrou a disputa por mercados consumidores e matéria

Consequências da primeira Guerra Mundial:

. Os acordos que deveriam dar fim aos conflitos da Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918) serviram para que um clima de rivalidades se agravasse ao longo do período do Entre-guerras. A imposição de multas e sanções extremamente pesadas não conseguiu fazer com que o equilíbrio político real fosse alcançado entre as potências económicas mundiais. Grosso modo, podemos afirmar que a Primeira Guerra pavimentou as possibilidades para a ocorrência de um novo conflito internacional.

. Mesmo posando ao lado dos vencedores, a Itália saiu frustrada do conflito ao não receber os ganhos materiais que esperava. Na Alemanha, onde as mais pesadas sanções do Tratado de Versalhes foram instituídas, a economia viveu em franca decadência e os índices inflacionários alcançaram valores exorbitantes. Esse contexto de declínio e degradação acabou criando chances para que Itália e Alemanha fossem dominadas por regimes marcados pelo nacionalismo extremo e a franca expansão militar.

. A Sociedade das Nações, órgão internacional incumbido de manter a paz, não conseguiu cumprir seu papel. O Japão impôs um projecto expansionista que culminou com a ocupação da Manchúria. Os alemães deixaram de cumprir as exigências impostas pelos Tratados de Versalhes e realizaram a ocupação da região da Renânia. Enquanto isso, os italianos aproveitaram da nova situação para realizar a invasão à Etiópia.

. O equilíbrio almejado pelos países também foi impedido pela crise económica que devastou o sistema capitalista no ano de 1929. Sem condições de impor seus interesses contra os alemães e italianos, as grandes nações europeias passaram a ceder espaço aos interesses dos governos totalitários. Aproveitando dessa situação, os regimes de Hitler e Mussolini incentivaram a expansão de uma indústria bélica que utilizou a Guerra Civil Espanhola como “palco de ensaios” para um novo conflito mundial.

.  Fortalecidas nessa nova conjuntura política, Itália, Alemanha e Japão começaram a engendrar os primeiros passos de uma guerra ainda mais sangrenta e devastadora. A tão sonhada paz escoava pelo ralo das contradições de uma guerra sustentada pelas contradições impostas pelo capitalismo concorrencial. Por fim, o ano de 1939 seria o estopim de antigas disputas que não conseguiram ser superadas com o trágico saldo da Primeira Guerra.

 

Alguns aspectos relevantes sobre a 1ª Guerra Mundial:

Política de Alianças:

As rivalidades entre os estados Europeus levaram à formação de alianças políticas e militares como:

-Alemanha, Império Austro Húngaro, Itália = Tríplice Aliança

-França, Rússia, Inglaterra = Triplo Entendimento

*Estas constituições provocaram a corrida aos armamentos. A guerra parecia inevitável. E a paz que se vivia era já uma paz armada, ou seja, qualquer incidente poderia desencadear um conflito de dimensões incalculáveis.

 

Fases da 1ª Guerra Mundial:

1ª Fase “Guerra de Movimentos”

Em 1914 (data do ínicio da guerra), a maioria dos países beligerantes (em guerra) acreditava que a guerra seria breve. Os alemães pensavam poder dominar a França em poucas semanas, realizando movimentos ofensivos rápidos (daí o nome guerra de movimentos). Invadiram a Bélgica (Neutral) o Norte de França, com o objectivo de alcançar Paris. Todavia, a ilusão da guerra breve desapareceu rapidamente em Novembro de 1914 uma contra-ofensiva francesa deteve o avanço alemão (batalha de Marne).

As forças do Triplo Entendimento (que mais tarde iriam ser chamados de aliados) e as potências centrais (império alemão e Austro-Húngaro) passaram a enfrentar-se numa longa linha que ia do mar do norte à fronteira Suíça era a frente ocidental. Na Rússia, isto é, na frente oriental, os exércitos do Czar foram sucessivamente derrotados pelos Alemães e obrigados a recuar.

 

2ª Fase “Guerra das Trincheiras”

Foi uma dureza indescritível. Por exemplo, no ano de 1916 houve 2 tentativas de romper a frente de batalha:

Uma do lado alemão (batalha Verdun) provocou cerca de 700 mil mortos, a outra franco-britânica (Batalha Somme) custou a vida a mais de 1 milhão e 200 mil soldados

Para termos uma ideia, as condições de higiene eram péssimas, piolhos,doenças de pele e parasitas são bons exemplos.

 

3ª Fase “Bloqueio Económico”

Para além de alterações no mapa político e de importantes mudanças de carácter social, a Grande Guerra teve consequências demográficas e económicas profundas no mundo ocidental. Este conflito origina elevadíssimas mortes em especial na Europa:

8 milhões de mortos e 6 milhões de inválidos.

A Europa (principal local de Guerra, foi o mais atingido em termos materiais em algumas regiões ficou tudo em ruínas (casas, pontes, estradas, fábricas) e os solos esventrados e calcinados.

 

4ª Fase “Movimentos”

1917: Entrada dos EUA na Guerra

Impérios Centrais: Alemão, Austro-Húngaro,Bulgária,Império Turco

 

Aliados: Itália, Portugal, Inglaterra, Sérvia, Roménia, URSS, Japão, China, Brasil

 

O Primeiro Conflito Mundial

Na 1ª Guerra mundial o armamento foi-se tornando cada vez mais mortífero. Passaram-se a utilizar-se canhões poderosos, grandes metrelhadoras ligeiras, granadas de mão, gases tóxicos surgiram pela primeira vez os submarinos, os carros de assaltos (tanques e aviões) e muita artilharia.

 

Vitória dos Aliados

Os EUA transportaram para a Europa um milhão de soldados bem equipados e bem armados. A situação económica na Alemanha e na Áustria tornou-se dramática e sucederam-se os confrontos sociais, violentamente reprimidos pelos militares.

Em Julho de 1918 os Aliados lançaram a sua ofensiva decisiva. A Alemanha, progressivamente abandonada por todos os seus parceiros, que foram pedindo a paz, solicitou o fim das hostilidades e em Novembro foi assinado o Armistício (suspensão das operações militares durante um conflito, com vista à realização de conversações e à eventual celebração de um tratado de paz) que pôs fim à Guerra

 

FIM DA GUERRA!!!

Uma paz precária:

Terminada a Guerra os países aliados reuniram-se em Paris na conferência da Paz (1919). Onde uma das tarefas era o reordenamento do espaço europeu, do médio oriente e das possessões coloniais dos países vencidos.

Nesta conferência foram aprovados vários tratados, um dos quais o de Versalhes com A Alemanha. Estes tratados impuseram aos países vencidos condições humilhantes e definiram um novo mapa político mundial que estabelecia a Alemanha as seguintes condições:

- Restituir a Alsácia e a Lorena à França;

- Ceder as minas de carvão do Sarre à França por um prazo de 15 anos;

- Ceder as suas colónias, submarinos e navios mercantes à Inglaterra, França e Bélgica;

- Pagar aos vencedores, a título de indemnização, a fabulosa quantia de 33 bilhões de dólares;

- Reduzir seu poderio bélico, ficando proibida de possuir força aérea e de fabricar armas;

- Reduzir o exército a menos de 100 mil homens

*Só a China recusou assinar o contrato...

 

Declínio da Europa e Ascensão dos Estados Unidos

- O Fim da supremacia Europeia

Devido à 1ª Guerra Mundial, a Europa tivera necessidade de adquirir matérias-primas, alimentos e armas, sobretudo aos EUA. Para pagamento das dívidas contraídas, parte do ouro europeu foi progressivamente transferido para os EUA e a Europa passou de credora a devedora aos EUA.

Com isto tudo os EUA beneficiaram de um excepcional crescimento económico.

 

 

 

 

Outros Trabalhos Relacionados

Ainda não existem outros trabalhos relacionados

 

Início > Trabalhos de Estudantes > História > 9º Ano